0
anos
0
projectos
0
países
0
euros

Associação Portuguesa Amigos de Raoul Follereau, apoia anualmente dezenas de projectos de prevenção, tratamento e cura, assim como de reabilitação e reinserção de milhares de doentes de Lepra/Hanseníase.

Porque é que ainda existe lepra nos dias de hoje?

Porque existem casos de extrema pobreza no mundo. A falta de acesso à água potável, saneamento básico, alimentação e um fraco sistema imunológico  são  alguns dos factores que deixam as populações propensas à doença de lepra…

Como é que a doença de lepra é transmitida?

A doença da lepra é transmitida através de gotículas suspensas no ar. Mas, é necessária uma exposição prolongada com um paciente infectado para que a doença seja transmitida. Conviver com uma pessoa infectada não significa que venha a contrair a doença.

Como se pode prevenir a doença da lepra?

Com o diagnóstico e tratamento precoce em conjunto com a dotação das populações de água potável, sabão, educação e do melhoramento ao acesso aos serviços básicos de saúde, podemos eliminar, com sucesso, a doença, a discriminação e o estigma. 

Sobre os Projectos da APARF

Associação de luta contra a lepra

Os Projectos da APARF são, na sua maioria de prevenção, tratamento e cura da doença da Lepra.
Não esquecendo outras doenças negligenciadas e outros flagelos como as catástrofes naturais que se têm visto os países mais pobres.

O apoio a famílias de doentes e ex-doentes de lepra tem sido importante para a melhoria das condições de vida das pessoas.

Assim como em países onde a doença ainda é um problema de saúde pública, quer noutros países como é o caso dos doentes em Portugal, que, embora sejam num número reduzido recebem o apoio e a ajuda necessária.

Com a finalidade de prevenir a doença de lepra, a APARF, contribui para furos de água potável, alimentação e formação.

No fundo a base para a prevenção de tantas outras doenças.

Agradecendo a todos os seus sócios, benfeitores e voluntários dizemos com Raoul Follereau “AMAR É AGIR”.

Testemunhos / Relatórios

doentes de lepra na Índia APARF

Índia - Covid-19 - Doentes de lepra

"Agora sentem-se um pouco mais felizes por conseguirem suprimir as suas necessitadas através da vossa ajuda. Todos aqueles que receberam a vossa ajuda expressam os sinceros agradecimentos e sentimento de gratidão para toda a vida. Estarão sempre presentes nas nossas orações." P. John, St. Joseph’s Leprosy Patients Society

Associação de luta contra a lepra

Benfeitor

“Estimados Amigos, Com muito orgulho colaboramos com a APARF ao longo de 15 anos, divulgar a vossa obra é também a nossa missão. Abraçamos a vossa causa. A catequese da Paróquia de Meixomil, Paços de Ferreira, envia esta pequena contribuição de 555 euros angariados com actividades realizadas pelos próprios catequizandos, depositando muito amor e carinho, pensando na alegria que podemos dar aos nossos irmãos mais carenciados. Bem-hajam. Com toda a amizade a responsável da catequese da Paróquia de Meixomil.”

Lepra Moçambique APARF

Moçambique - Assistência aos doentes de Lepra

"Antes de mais, gostaria de agradecer do fundo do coração ao Doutor Victor e a toda a família de APARF a grande ajuda que me tem dado todo este tempo que estamos a trabalhar juntos. Um grande presente de Deus." Estrella Arjomil Soto, Enfermeira voluntária em Moçambique

Associação de luta contra a lepra

Benfeitor

“Bom dia, venho informar que efectuei uma transferência para a vossa conta, conforme comprovativo em anexo, como donativo para os vossos projectos de Misericórdia em Portugal e por todo o mundo. É sempre com satisfação e alegria que envio os meus pequenos contributos para a APARF pois vejo o amor que manifestais nos vários projectos em que a APARF está envolvida. É esse amor projectado em obras que demonstram o Amor a Deus e ao próximo, no qual me revejo. Graças a Deus pela APARF e por todos que nela trabalham, que Ele vos cumule de Graças a todos vós e às vossas respectivas famílias, e, a todos os que por vós são ajudados. Estais em cada dia nas minhas orações. Despeço-me com o meu abraço fraterno, deste vosso amigo, Alfredo Primavera.”

Associação de luta contra a lepra