A APARF em Portugal 2020

Projecto 74/2020
Projecto: “De alma e coração!…”

A Fundação Allamano, IPSS, foi criada por iniciativa dos Missionários da Consolata com o objectivo de promover e apoiar pessoas carenciadas.
O projecto “De alma e Coração” surge em parceria com o Alto Comissariado para as Migrações, em que a Fundação disponibiliza espaços e irá assegurar, durante 18 meses, o direito à saúde, educação, formação profissional e aprendizagem da língua portuguesa de 10 refugiados já residentes e de mais 11 que chegarão em Dezembro. São refugiados da Guiné, Serra Leoa, Libéria, Somália… que foram resgatados no Mediterrâneo.
Embora tenham uma verba para alimentação, cuidados de saúde, vestuário e transportes, esta é manifestamente insuficiente e, como sempre na sua difícil jornada, a saúde e os medicamentos são relegados para segundo plano.
O apoio pedido é para ajuda nos cuidados de saúde primários de 21 refugiados que a casa acolhe.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 2.000,00 Euros.

Projecto 71/2020
Projecto: “Apoio a família carenciada – Gondomar”

A família F., está referenciada, e acompanhada pelo nosso Núcleo do Porto/Gondomar, tendo sido ajudados nas despesas de bens de primeira necessidade e medicamentos no decorrer dos últimos 3 anos.
Os responsáveis do Núcleo pedem-nos que continuemos a ajudar a família Fonseca pelo período de mais 2 anos, findo o qual se fará nova análise.
A gestão do apoio continuará a ser feito pelo Núcleo do Porto/Gondomar pela Irmã Isabel Moreira e pela Senhora D. Beatriz Vigário Martins.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 2.400,00 Euros.

Projecto 67/2020
Projecto: “Apoio social – COVID 19”

O pedido chega à APARF no âmbito do Fundo criado para o “Programa de Apoio em Portugal Covid-19”, aprovado na acta da Direcção com o nº. 361, para apoiar as vítimas dos efeitos da pandemia e difundido pelas Dioceses na Conferência Episcopal, pelo Bispo da Pastoral Social.
A Conferência de S. Vicente de Paulo de Ermesinde foi criada em 1955 com o objectivo de ajudar os mais pobres da Paróquia de Ermesinde.
Actualmente presta auxílio a cerca de 231 pessoas da cidade de Ermesinde na distribuição de cabazes, na compra de medicamentos, pagamentos de água e gás. Todas as famílias apoiadas pela Conferência estão sinalizadas pelas assistentes sociais da Junta de Freguesia de Ermesinde, da Câmara Municipal de Valongo e da Segurança Social.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 2.500,00 Euros.

Projecto 61/2020
Projecto: “Apoio social – COVID 19”

O pedido chega à APARF no âmbito do Fundo criado para o “Programa de Apoio em Portugal Covid-19”, aprovado na acta da Direcção com o nº. 361, para apoiar as vítimas dos efeitos da pandemia e difundido pelas Dioceses na Conferência Episcopal, pelo Bispo da Pastoral Social.
O centro Paroquial da Quarteira tem um refeitório social onde diariamente dão uma refeição quente a pessoas carenciadas. O desemprego e o lay-off em 2020 veio agravar a situação já de si precária “… e muita pobreza está a acontecer”. Sabemos que o Algarve vive sobretudo do turismo que no ano corrente sofreu um forte decréscimo agravando o desemprego e diminuição de rendimentos.
Apoiam num total de 152 pessoas com cabazes e refeições diárias, farmácia e despesas domésticas.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 2.500,00 Euros.

Projecto 60/2020
Projecto: “Apoio social – COVID 19”

O pedido chega à APARF no âmbito do Fundo criado para o “Programa de Apoio em Portugal Covid-19”, aprovado na acta da Direcção com o nº. 361, para apoiar as vítimas dos efeitos da pandemia e difundido pelas Dioceses na Conferência Episcopal, pelo Bispo da Pastoral Social.
A Acção Social da Paroquia de São Pedro, em Faro. Apoiam num total de 414 pessoas em ajuda ao pagamento das rendas, pagamento de água e electricidade e cabazes de alimentos. Na carta do pároco refere “…389 pessoas carenciadas, afectadas em termos económicos, com perda total ou parcial de rendimentos pelo Covid-19”.
O pedido é feito através do e-mail da Casa Episcopal por e-mail do próprio Bispo da Diocese do Algarve, Dom Manuel Quintas, que nos dá nota das dificuldades das pessoas residentes nas paróquias da sua Diocese.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 2.500,00 Euros.

Projecto 58/2020
Projecto: “Apoio social – COVID 19”

O pedido chega à APARF no âmbito do Fundo criado para o “Programa de Apoio em Portugal Covid-19”, aprovado na acta da Direcção com o nº. 361, para apoiar as vítimas dos efeitos da pandemia e difundido pelas Dioceses na Conferência Episcopal, pelo Bispo da Pastoral Social.
A Paróquia de Nossa Senhora da Porta do Céu, Telheiras, conforme telefonema prévio ao envio do pedido, tem apoiado algumas famílias, mas houve, nesta fase, um crescimento de solicitações que a paróquia financeiramente não consegue suportar.
Apoiam num total de 56 pessoas com cabazes alimentares, farmácia e despesas domésticas.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 1.500,00 Euros.

Projecto 55/2020
Projecto: “Apoio social – COVID 19”

O pedido chega à APARF no âmbito do Fundo criado para o “Programa de Apoio em Portugal Covid-19”, aprovado na acta da Direcção com o nº. 361, para apoiar as vítimas dos efeitos da pandemia e difundido pelas Dioceses na Conferência Episcopal, pelo Bispo da Pastoral Social.
A Caritas Paroquial N. Sra. da Conceição – Matriz de Portimão envia um mapa onde se pode constatar o aumento do fornecimento de refeições na cantina social, número de cabazes distribuídos despesas primárias. É uma zona onde o desemprego se fez sentir mais acentuadamente. Apoiam num total de 847 pessoas.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 2.500,00 Euros.

Projecto 51/2020
Projecto: “Apoio social – COVID 19”

O Pe. Horácio Rossas, Missionário Comboniano nas paróquias da Apelação e Camarate, pede apoio no âmbito do Fundo criado no “Programa de Apoio em Portugal Covid-19”, de apoio às vítimas da pandemia.
Com o objectivo de apoiar as famílias das paróquias de São Tiago Maior e Apelação em situação de risco devido ao estado de emergência provocado pelo coronavírus pretende desenvolver as seguintes actividades: entrega de alimentos uma vez por semana, acompanhamento personalizado na resolução de problemas relacionados com a aquisição de serviços (gás, água, electricidade) e sempre que seja necessário ir à farmácia com as receitas medicas e entregar os medicamentos a cada doente.
Indicam-nos como destinatários dos apoios: crianças 190; jovens 80; adultos 490.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 2.500,00 Euros.

Projecto 50/2020
Projecto: “Compra de medicamentos a famílias carenciadas”

A Conferência de São Vicente de Paulo da Paróquia de Santo André do Sobrado solicita à APARF ajuda para pagar facturas de farmácia, alguns alimentos e serviços básicos de paroquianos devidamente referenciados como impossibilitados por si de pagarem/comprarem estes artigos de primeiríssima necessidade. Nos anos anteriores foram apoiados com 500,00€ mas neste ano de 2020 a situação agravou-se pelas razões conhecidas e pedem o valor de 1.000,00€.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 1.000,00 Euros.

Projecto 48/2020
Projecto: “Apoio social – COVID 19”

O pedido chega à APARF através da Diocese de Setúbal no âmbito do Fundo criado para o” Programa de Apoio em Portugal Covid-19”, de apoio às vítimas da pandemia.
O Centro Paroquial de Bem-estar Social do Castelo de Sesimbra tem-se desdobrado para apoiar as 80 crianças, 48 jovens e 378 adultos (200 famílias, 506 beneficiados) que têm referenciados com muitas dificuldades na aquisição de alimentação diária.
O louvor recebido da Junta de Freguesia do Castelo e as notícias no site da Diocese sobre o trabalho deste Centro Paroquial são bem demonstrativos da dimensão do problema nesta região piscatória.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 2.500,00 Euros.

Projecto 45/2020
Projecto: “Apoio social – COVID 19”

O pedido chega à APARF através do Ecónomo da Diocese de Viseu no âmbito do Fundo criado para o “Programa de Apoio em Portugal Covid-19”, para apoiar as vítimas dos efeitos da pandemia.
A Cáritas Paroquial de Santa Maria de Viseu sentiu um aumento significativo de pobreza e fome. Têm um Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas (POAPMC) passando de 592 pessoas apoiadas para 1.194 após o início da pandemia. “Estando abertos 24 horas por dia, muitos pedidos, fora das respostas habituais, chegam de noite e nunca ninguém ficou sem uma “buxa” para matar a fome.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 2.500,00 Euros.

Projecto 43/2020
Projecto: “Apoio social – COVID 19”

O pedido chega à APARF através do Ecónomo da Diocese de Viseu no âmbito do Fundo criado para o “Programa de Apoio em Portugal Covid-19”, para apoiar as vítimas dos efeitos da pandemia.
O Centro Social Paroquial de Santiago de Besteiros apoia 25 idosos que acompanham no Centro de Dia. Neste momento estão a apoiar mais 27 crianças e 10 adultos.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 1.145,00 Euros.

Projecto 41/2020
Projecto: “Apoio social – COVID 19”

O pedido chega à APARF através da Diocese de Setúbal no âmbito do Fundo criado para o “Programa de Apoio em Portugal Covid-19”, para apoiar as vítimas dos efeitos da pandemia.
O Centro Social Paroquial Cristo Rei, na Costa da Caparica descrevem-nos a necessidade de apoiar com bens básicos e alimentação, 433 crianças, 213 jovens e 1.216 adultos, de famílias identificadas pela paróquia em situação de desemprego.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 2.500,00 Euros.

Projecto 40/2020
Projecto: “Apoio social – COVID 19”

O pedido chega à APARF através da Diocese de Setúbal no âmbito do Fundo criado para o “Programa de Apoio em Portugal Covid-19”, para apoiar as vítimas dos efeitos da pandemia.
O Centro Social Paroquial N. Sra. da Conceição da Costa da Caparica envia um mapa onde se pode constatar que de Dezembro de 2019 a Maio de 2020 o fornecimento de refeições aumentou 350% e a medicação 425%. É uma zona com muitas debilidades, marginalização social e bairros de lata.
Ao número de pessoas já apoiadas no passado acresce agora o apoio extraordinário a 101 pessoas.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 2.500,00 Euros.

Projecto 39/2020
Projecto: “Apoio a ex-hanseniana”

A D. L., ex-doente do Centro Rovisco Pais, é invisual e, em consequência da doença, foi-lhe amputada a perna direita. Necessita permanentemente de cuidados de enfermagem e de fisioterapia. Conta com o apoio de uma vizinha para alguma emergência e dos serviços do Centro de Dia, que lhe levam a alimentação, limpam a casa e fazem a higiene pessoal.
Há cerca de 2 meses caiu em casa e partiu um braço tendo sido acompanhada num centro de cuidados continuados, dada a sua total dependência.
As verbas dos projectos anteriormente aprovados são entregues faseadamente, de acordo, sobretudo, com as necessidades apresentadas pela doente.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 4.000,00 Euros.

Projecto 31/2020
Projecto: “Apoio social – COVID 19”

As paróquias de Olivais Sul e Santa Maria dos Olivais desde sempre tiveram uma acção social muito activa dadas as carências e dificuldades da população aqui residente. Já tiveram ajuda da APARF por diversas ocasiões, nomeadamente durante a última crise de 2011/2014.
Com o estado de emergência decretado em consequência do Covid-19, a redução dos rendimentos provocada pelo lay-off, o desemprego e o trabalho precário, levaram algumas famílias, extraordinariamente, a pedir ajuda nas paróquias tanto em alimentação como pagamento dos serviços básicos. O Pe. Bruno, através da acção social da paróquia, tem referenciadas, nesta situação, e para já, 38 pessoas, das quais 23 são menores.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 5.000,00 Euros.

Projecto 29/2020
Projecto: “Apoio social paróquias de Camarate e Apelação”

As paróquias de Camarate e da Apelação, bairros suburbanos de Lisboa, caracterizados por uma população de baixos recursos económicos e emprego muito precário, estão a enfrentar muitos e graves problemas de fome e falta de medicamentos provocados pela crise económica que Portugal atravessa devido ao COVID-19. É solicitado apoio à APARF para suprir carências alimentares e de medicamentos, para as duas paróquias.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 5.000,00 Euros.

Projecto 14/2020
Projecto: “Apoio para medicamentos e alimentos”

A Conferência de S. Vicente de Paulo de Ermesinde foi criada em 1955 com o objectivo de ajudar os mais pobres da Paróquia de Ermesinde.
Actualmente presta auxílio a cerca de 27 famílias da cidade de Ermesinde na compra de medicamentos. Empresta também camas articuladas e cadeiras de rodas às famílias mais carenciadas. Em casos mais graves, paga as facturas da farmácia, água, Electricidade e gás. Todas as famílias apoiadas pela Conferência estão sinalizadas pelas assistentes sociais da Junta de Freguesia de Ermesinde, da Câmara Municipal de Valongo e da Segurança Social.
A falta de recursos financeiros com que a Conferência actualmente se depara, o Fundo Social da Diocese do Porto onde recorriam terminou em 2018, constitui um grave problema no auxílio a quem mais precisa. Dirigem-se à APARF pedindo ajuda para a compra de medicamentos para os mais necessitados.
A Direcção da APARF decidiu apoiar este projecto pela verba de 1.000,00 Euros.